21 setembro 2012

Como foi a nossa amamentação

Quando eu estava grávida, eu achava que não iria ter leite para amamentar meu filho.
Mas quando ele nascei eis que surgiu o leite, aliás colostro, na sala de parto a obstetra disse, seu colostro já desceu e eu fiquei muito feliz.
Aí quand trouxeram ele começou a luta pra ele pegar o bico, nossa como foi difícil, mas eu resisti e insisti.  Sangrou, doeu, rachou mas eu como brasileira não desisto nunca.  Por duas vezes eu chamei a enfermeira pra dar leite artificial pra ele porque meus bicos estava tão machucados que não dava pra ele mamar.  Só machucou porque ele nã estava pegando direito, mas depois que a enfermeira me ensinou como colocar o bico na boquinha dele aí começou a fluir.
Como fiquei insegura e como medo dele berrar na madrugada de fome, passamos na farmácia e compramos uma latinha de nan pra prevenir.
Durante os primeiros dias tudo lindo, bebê mamando porém chorando demais.  Resolvi dar o nan a noite e aí ele durmia um pouco mais.
Com o passar dos dias ele foi crescendo e consequentemente precisava de mais leite, porém o peito da mamãe produzia em quantidade reduzida, aí tivemos que aumentar as doses de nan, mas o nenem guloso que só, não se satisfazia.  Aí percebi que ele gorfava muito e comentei com o pediatra que sugeriu ser "refluxo" e por gorfar muito ele sempre estava com fome.  Vamos trocar o nan 1 pelo nan ar.  Resultado:  parou de gorfar mas a fome continua.
Nossa foi tenso, o Lucas passava quas o dia todo pendurado nos meus peitos e mesmo assim sentia fome.
Tuuuuuuuuuudoooooooooooooooooo que me ensinaram pra aumentar o leite eu fiz.  Comi canjica, curau, abobora, tomei litros e mais litros de água (quase virei um chafariz, visto que não saía do banheiro), cheguei até tomar um medicamento pra aumentar o leite.
Todas essas coisas que me ensinaram funcionam por um tempo, pelo menos comigo.  Se eu como canjica hoje, amanhã terei muito leite, mas se paro de comer volta tudo a estaca zero e olha, ninguem consegue comer canjica todo dia.  Meninas eu até revezava, um dia canjica outro curau, outro aboborá, mas chegou um dia que eu não aguentava ver nenhum dos 3 na minha frente.  Tomar muito água ajuda muito, porém tem o incomodo de estar toda hora no banheiro.  Aliás não é toda hora, é todo minuto.  Como ir no banheiro amamentando?  como ir ao banheiro e deixar bebê aos berros?  Pra mim essa parte foi dificil mas foi o que mais fiz, me encher de água.
Aí que o bebê chorava demais, nada pra ele estava bom e chegamos a conclusão que o choro só podia ser por fome.  Quando ele mamava só no peito era de 2 em duas horas e as vezes de hora em hora.  Aí achei que com o nan o espaço das mamadas iria aumentar, correto?  Errado, continuou da mesma forma, então chegamos a conclusão que o nan não sustentava ele.
Foi aí que por conta própria troquei o leite dele para o nestogeno.  Nossa que diferença, "santo nestogeno" sustentou ele....aaaaaaaaaaaaleeeeeeeeeeeeeluuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiaaaaaaaaaaaaaaa.  Começou até a durmiu de manhã e a tarde, coisa que ele nao fazia a muito tempo e os choros pararam.
Aí eu dava uma mamadeira de nan e na proxima mamada era o peito e estavamos indo muito em assim, até que...............................................Lucas começou a rejeitar o peito da mamãe.  Quando era a vez de mamar no peito, era só aproximar ele do bico pra começar o escandalo generalizado.  Gente era uma choro tão mega alto que juro que dessa vez eu achava que alguem ia tocar a campanhia achando que eu estava batendo nele.  E esse episodio se repetiu por várias vezes até chegar ao ponto que eu ficava com medo de oferecer o peito tamanho era o show dele.
Infelizmente a dois dias meu pequeno não quer mais o leite da mamãe.  Fiquei muito triste, mas pelo menos pude amamenta-lo por 2 meses e 3 semanas.  Era tão gostoso amamenta-lo enquanto ele me olhava e segurava na minha mão.  Uma emoção inexplicavel, um sentimento imensurável que ficará na minha lembrança para o resto da minha vida.
Filho, minha jóia, mamãe te amamentou até onde pode.  Meu coração dói por você não querer mais e a mamãe ainda ter leite pra você mamar, mas quero que saíbas que eu fiz de tudo para que você mamasse exclusivamente o leite materno, mas infelizmente não deu. 
Te sentir ali pertinho de mim, mamando o meu leite foi a maior e melhor emoção que a mamãe sentiu, te amo.

4 comentários:

  1. Ai, Ro, amamentar é uma arte...ou uma saga! Pra mim foi muito dificil. Tb fiz de tudo. Agora, com 2 meses e 1 semana, meu leite está bem pouco, mas ela pega, graças a Deus ela só deu show umas 3 ou 4 vezes. O problema é que sei que saí pouco. Ela mama mais o complemento mesmo. Mas é como vc falou, o que é mais gostoso é sentir aquele bb ali. Por isso eu continuo dando esses 10 min antes do complemento. ADORO sentir ela ali grudadinha em mim. Me dói o coração pensar que isso logo vai acabar... mas logo outras fases deliciosas virão, né? Nossos bebês vão virando mocinhos, rs.
    Bjus

    ResponderExcluir
  2. Rô,
    Ele não quer mais o peito pq a mamadeira é mais fácil para sugar, minhas amigas q já saõ mães, compraram um copo q parece uma mamadeira q o bebê tem q sugar q nem fosse o peito da mãe, desta forma, não largou o peito, pq a dificuldade era a mesma. Quer tentar afzer isso ou dá uma mamadeira com o bico de furo pequenino?

    bjo,
    http://sonhosdemima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. amamentar é lindo e emocionante!! nossos filhos sabe q fazemos tudo para o seu bem!!! bjs

    ResponderExcluir
  4. Oieeee.."Eis que a primavera ja chegou,"Onde há impossibilidade,ali há esperança"......(....mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam e avançando para as que estão diante de mim,"Filipenses 3:12 -13").....Vamos começar de novo e de novo,nascer de novo sempre."Novo": no grego significa que "vem de cima",então existe alguem,um Deus que nos ama.E é de cima que virá o "novo"....bjinhos Rô..boa semana

    ResponderExcluir